Agenda

MIT REAP: Conheça o projeto que vai transformar o Rio de Janeiro no Vale do Silício da energia e Sustentabilidade.

Em agosto de 2020, o Rio de Janeiro foi selecionado pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT) para participar do MIT REAP (Regional Entrepreneurship Acceleration Program), um programa de aceleração de startups. Para explicar e debater sobre o projeto selecionado, os coordenadores realizarão o webinar “MIT REAP: iEcossistema de Energia e Sustentabilidade do Rio de Janeiro” nesta segunda-feira (30), às 19h.

O webinar contará com a participação de: Hudson Mendonça, champion do projeto no Programa MIT REAP e pesquisador do Laboratório de Inovação Tecnológica (LabrInTOS) da Coppe/UFRJ; Paulo Ganime, deputado federal pelo Rio de Janeiro; Marcus Vinícius, professor e coordenador do  LabrInTOS da Coppe/UFRJ; Moisés Swirski, investidor da MSW Capital; Pedro Brito, diretor presidente de Furnas; e Alex Dal Pont, gerente de Inovação em Ecossistemas Empreendedores da Petrobras. Os palestrantes são co-líderes do projeto e estarão à disposição para responder dúvidas e questionamentos dos participantes.

Para cumprir o objetivo de estimular a criação e o desenvolvimento de startups e do empreendedorismo focados nos setores de energia e sustentabilidade, o programa pretende transformar o Rio de Janeiro no “Vale do Silício” destas áreas, por meio da união de atores da região e da implementação e adaptação da metodologia do MIT REAP ao contexto local.

Os interessados em participar do webinar deverão se inscrever até o dia 29/11 no link: https://tinyurl.com/webinariomitreap

O Programa

Anualmente, o MIT REAP seleciona oito regiões do mundo para um programa de desenvolvimento com dois anos de duração. O projeto selecionado deve engajar, desde o envio da proposta para seleção, os atores previstos pela metodologia: universidades, corporações, governo, empreendedores e investidores de venture capital, também conhecido como capital de risco ou capital empreendedor.

O programa é dividido em quatro fases: diagnóstico, elaboração da estratégia de ação, implementação das ações e estratégia de sustentação. Ao completar o programa, os integrantes do grupo têm o compromisso de disseminar o conhecimento na região selecionada, que passa a fazer parte do REAP Global.

Estão previstos, ainda, a criação do programa pesquisador empreendedor e de um espaço de interação para as startups aceleradas na iniciativa. Uma das principais oportunidades será a de criação de novas startups focadas nos setores de energia e sustentabilidade.